Nutrologia – Clínica Popular Med
1 de fevereiro de 2018

O que um exame de ecografia?

A ecografia ou ultrassonografia é um meio complementar de diagnóstico que utiliza as propriedades dos ultrassons, nomeadamente a sua reflexão nas estruturas do organismo, já que certas estruturas refletem mais ou menos os sons, enquanto outras (por exemplo a água) os deixam passar. É considerada totalmente inócua nas doses utilizadas em diagnóstico, embora noutras frequências os ultrassons sejam uma arma terapêutica, nomeadamente em fisioterapia.
 

Como é feita a ecografia?

A ecografia é um exame simples e seguro. É efetuada a colocação de sonda imediatamente sobre a área do órgão ou estrutura que se pretende avaliar. Podem ser usadas diferentes tipos de sonda dependendo da localização do órgão em estudo. Para produzir as imagens de forma correta é necessária a colocação de um gel incolor entre a pele e a sonda. Durante o exame o médico radiologista observa as imagens e interpreta-as. São efectuadas recolhas das imagens mais importantes e no final o médico radiologista produz um relatório. Após a validação do relatório final os resultados do exame são conhecidos e disponibilizados (imagens e relatório) em formato digital e/ou papel. O estudo ecográfico será considerado normal se as estruturas estudadas não apresentarem alterações relevantes ou suspeitas.
 

Quem pode realizar o exame?

A ecografia pode, por norma, ser realizada por qualquer pessoa de uma forma rápida e cómoda. O exame não implica qualquer tipo de dor durante a sua execução, pois a ecografia é um exame não invasivo. O exame tanto pode ser executado em adultos como em crianças de qualquer idade. A ecografia não utiliza radiações, sendo um exame inócuo, e por isso seguro, para a realização em idade pediátrica. Está indicado para a avaliação dos mesmos órgãos que nos adultos, e não precisa de proteção específica. A gravidez não é uma contra-indicação para a realização de ecografia ao contrário de outros exames que utilizam radiação ionizante, aos quais a mulher grávida não deverá ser submetida, como por exemplo a tomografia computorizada (TC ou TAC).
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *